Skip to content

9 Teses sobre o Verdadeiro Feminismo

24 de março de 2012

Para minha amiga Elisa Gargiulo e todas as feministas brasileiras, com amor apaixonado às nossas diferenças.

1-               Há um feminismo verdadeiro e um feminismo falso. O verdadeiro é solidário e autocrítico, o falso é violento e patriarcal.

2-               O feminismo verdadeiro procura um outro mundo possível e se abre à sua novidade. O feminismo falso disputa um lugar com a lógica patriarcal que poderia superar e assim se iguala a ela.

3-               O que faz o feminismo verdadeiro é a defesa do direito dos seres que existem sob o signo “mulher” para além de uma suposta “natureza”. O feminismo falso aprisiona as mulheres nas heterodeterminações do patriarcado ao qual ele se alia.

4-               O feminismo verdadeiro é a crítica da “natureza feminina”, em nome da invenção ou da desconstrução da mulher que cada um queira ser.  O feminismo falso impede que as pessoas sejam mulheres livremente.

5-               Ao feminismo verdadeiro ligam-se mulheres e homens, hermafroditas e assexuados, transexuais e polisexuais ou qualquer outra designação de gênero.

6-               Gênero é um problema a ser superado pelo feminismo verdadeiro.

7-               O feminismo verdadeiro refere-se a argumentos. Não usa o modo ad hominem para atacar pessoas segundo princípios externos a elas mesmas, sobretudo quando tais pessoas são mulheres. Ele se dirige criticamente à lógica do patriarcado e respeita todos os feminismos sabendo que as falhas possíveis podem e devem ser superadas historicamente.

8-               O feminismo verdadeiro é devir histórico. Ele se faz na superação da fratura a partir da qual precisou nascer. Deseja, por isso, ser superado historicamente em nome da singularidade de cada ser que partilha esse mundo.

9-               O feminismo verdadeiro é a solidariedade das mulheres, e de quem mais quiser ser feminista, com as mulheres que sofreram e morreram para que hoje possamos estar aqui atuando no campo da linguagem, com nossos afetos e saberes na intenção de uma vida mais justa.

21 Comentários leave one →
  1. 24 de março de 2012 2:38 pm

    é… veem-se uns valores distorcidos por aí.
    bom saber!

    beijo

  2. velocidadesinfinitas permalink
    24 de março de 2012 2:41 pm

    Seja verdadeiro ou falso… Todo feminismo é insuportável.

    • 24 de março de 2012 2:47 pm

      Se vc suportou esse texto, temos futuro. AHHAHAHAHAHA

      • velocidadesinfinitas permalink
        24 de março de 2012 3:14 pm

        Eu só suporto você.

      • maria paiva permalink
        24 de março de 2012 9:08 pm

        Nice.

    • Carlo Giulliani permalink
      24 de março de 2012 8:44 pm

      O Feminismo é Insuportável para todxs aquelxs que desejam manter seus Privilégios.

  3. Roberto Terra permalink
    24 de março de 2012 3:07 pm

    Precisávamos deste texto. As pessoas só conhecem o “lado B”. Que sentido haveria se o machismo levantasse de sua poltrona para dar lugar ao falso feminismo? Uma coisa que é falsa: Uma mulher pra ser feminista não precisa ser mal-amada, feia e “sapatona”.

    • Roberto Terra permalink
      24 de março de 2012 3:13 pm

      RETIFICANDO:

      Precisávamos deste texto. As pessoas só conhecem o “lado B”. Que sentido haveria se o machismo levantasse de sua poltrona para dar lugar ao falso feminismo? Uma coisa que é falsa: Uma mulher pra ser feminista precisa ser mal-amada, feia e “sapatona”.

  4. nucleodeinclusaosocial permalink
    24 de março de 2012 3:10 pm

    Marcia, obrigado por redigir as 9 teses. Assino embaixo.

  5. Pablo Diassi permalink
    24 de março de 2012 4:41 pm

    Ótimos pontos para sem colocados e aprofundados em todos os espaços. Longe de ser apenas dialético, negativo ou de existir somente por oposição, o feminismo tem vida própria e trata da própria vida e não de uma parte dela. Sou entregue à causa das mulheres e penso e sinto para que cada vez mais o verdadeiro feminismo ilumine esse lugar escuro que é o gênero-jaula!

  6. 24 de março de 2012 8:22 pm

    Concordo! E mais, sejamos todos feministas verdadeiros! Incorrer em atos falhos também é um indício de feministas falsos que se dizem verdadeiros! Associar a manifestação do livre pensar de uma mulher, mesmo que disfarçadamente, apenas às características de sua corporeidade física e emocional é a maior evidência de falso feminismo. O ideal do pensar livre, as concepções próprias de mundo, o olhar crítico, a volitividade, o ideal de se ser e do outro é apanágio de se SER HUMANO! As relações de poder, inclusive sobre o desejo, é quem cria diferenças. Pense livre e seja livre! Pensemos!

  7. maria paiva permalink
    24 de março de 2012 8:48 pm

    Texto Maravilhoso.

  8. 24 de março de 2012 8:50 pm

    O Feminismo é Insuportável sim, mas para todxs aquelxs que desejam manter seus Privilégios

  9. 24 de março de 2012 10:10 pm

    Achei que o texto está excelente, enxuto, serve como uma boa introdução pra quem tem uma ideia equivocada sobre o feminismo, porém, e esse porém é importantíssimo, falar em verdadeiro feminismo transmite uma ideia autoritária a respeito do que somos, acho até que contradiz o que está sendo dito a respeito da pluralidade do feminismo. Pensando nisso, acho que a expressão “feminismo verdadeiro” poderia ser modificada em uma revisão. Porque eu realmente gostaria de replicar esse texto em minhas redes sociais.

    • 25 de março de 2012 1:37 pm

      Fabicna, pensei muito nisso antes de decidir usar “feminismo verdadeiro”. Refiro-me ao sentido que existe em dizer verdadeira política e falsa política, por exemplo. Assim como existe verdadeira e falsa consciência, por exemplo. Vou manter porque quero que esta diferença seja percebida. Obrigada pela crítica. Abraços, Marcia

  10. 24 de março de 2012 10:11 pm

    Muito bom! Fico feliz em ver que a palavra feminismo volta a aparecer de uma forma límpida, e não na forma tosca que constantemente passeia pela boca de certas pessoas. Outro dia, li uma manifestação de uma menina de vinte e poucos anos vociferando contra “essas feministas”. A indignação era porque uma pessoa do governo havia criticado (corretamente) uma propaganda machista protagonizada por uma modelo.
    Provavelmente eu tenha cometido inúmeros erros e tenha incorrido muitas vezes neste falso feminismo, como diz a Marcia. Mas jamais fechei os olhos para os absurdos machistas de cada dia – e na escola eles são uma constante.

  11. Daniele permalink
    24 de março de 2012 10:29 pm

    …ás vezes disputamos com os homens a posição patriarcal sem nem perceber…Mas nossa sociedade atual está se transformando em matriarcal aos poucos.Nem sei se isso é bom ou ruim…

  12. Carla permalink
    25 de março de 2012 3:08 pm

    Baita homenagem à Elisa Gargiulo que pratica o Verdadeiro Feminismo.
    Filosofia Cinza é a mosca na sopa dos hipócritas… 😉
    Beijos,
    Carla.

  13. 25 de março de 2012 10:39 pm

    Marcia, tudo bem?

    Gostei muito do texto. Mas também me incomoda o uso de “feminismo verdadeiro”. Claro, muita gente usa o feminismo como fachada pra disseminar sua própria moralidade (vejo isso nas feministas que querem regular a sexualidade dos outros, por exemplo). Mesmo assim, acho que existem muitos feminismos hoje. O termo passa a impressão de um consenso que está longe de existir no movimento. Beijo!

    • 26 de março de 2012 2:27 pm

      Obrigada pela análise. Foi na verdade, uma marcação de território, importante neste momento em que vejo se esfacelarem os feminismos. As feministas em vez de aliarem-se contra os machistas, ficam brigando umas com as outras. Que perda de tempo diante do mal verdadeiro…

  14. 8 de abril de 2012 4:45 pm

    Ótimo texto e que nos sirva de alerta, porque, até as mais atentas, as vezes atravessam a linha sutil que separa o falso do verdadeiro. E aplaudo, de pé, a tese n° 7. E falhas podem ser superadas quando existe solidariedade, esta sim, a alavanca que sinaliza o caminho. Gosto por demais de tudo o que você escreve. É certeira a sua flecha! Suas palavras sempre atingem o alvo. Boa Páscoa e muita Luz e sucesso na estrada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: